Sindicato dos médicos vai processar governador por crise na Saúde do Rio

Presidente do SindMed teme por falhas em atendimentos durante as Olimpíadas


O Sindicato dos Médicos do Rio (SindMed) vai ajuizar uma ação por crime de responsabilidade contra o governador do Estado diante do caos na saúde pública. O presidente do SinMed, Jorge Darze, demonstrou grande preocupação com a fragilidade do atendimento durante os Jogos Olímpicos com a chegada de milhões de pessoas a cidade.

Darze avaliou a situação como falência do sistema público de saúde e acredita no alto risco de falhas no atendimento durante a Olimpíada.

- Não podemos ficar calados. Nossa preocupação é que ocorram mortes e colocarem a responsabilidade nos médicos. Essa situação criminosa é de responsabilidade do governo - ressaltou Darze, durante uma entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira.

Darze atribuiu o caos aos problemas de gestão no setor, e fez um alerta aos turistas que virão ao Rio durante os jogos.

- Nosso objetivo não é evitar que as pessoas venham, mas que elas saibam que não terão um cenário de facilidade quando adoecerem. Eles terão enorme dificuldade - reforçou, fazendo críticas à falta de medidas para a recuperação a curto e médio prazos.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que a prioridade no momento é restabelecer de forma absoluta o funcionamento de suas unidades de urgência e emergência, não só para os visitantes, mas para toda a população do estado. Para o período das Olimpíadas, a Secretaria, em conjunto com o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde, desenvolveram um plano de Atenção à Saúde, que designa os hospitais municipais como referência para as transferências necessárias de todos os pacientes que venham a ser atendidos em uma instalação esportiva.


Fonte: matéria retirada do site do O Globo, http://oglobo.globo.com/rio/sindicato-dos-medicos-vai-processar-governador-por-crise-na-saude-do-rio-18450554